dois:pontos

O primeiro navegador para gamers

- 4 min

Temos hoje diversas opções para quem ter uma maneira personalizada de navegar na internet. Há quem goste de browsers minimalistas, super seguros, ultra-personalizáveis, ou apenas aqueles dão acesso à aquela ferramenta mais prática para trabalhar. Não havia visto um navegador focado na comunidade gamer.

Diversos serviços já atendem a esse público exigente: desde sites de streaming até vendas de componentes eletrônicos especializados em seu conforto. O bom disso é que usuários comuns acabam aproveitando do avanço de ferramentas e peças para o seu próprio benefício.

Opera GX

Semana passada, comentei aqui sobre alternativas ao Chrome, e me foi pedido para dar uma olhada no Opera GX, que não foi citado naquele artigo. Instalei o navegador para testar e ver o que ele tem a oferecer. Até o momento de conclusão deste artigo, não existe versão para Linux.

Opera GX Tela de início do Opera GX: O navegador para jogos

Pode parecer estranho esta empreitada, mas o Opera sempre foi conhecido por ser pioneiro. A saber, o CSS foi um dos grandes feitos do Opera, sendo o primeiro a trazer os estilos para as páginas da internet. Além disso, podem ser citados: abas e as famosas extensões. Para quem olha isto com desdém, tenha isso em mente: boa parte daquilo que vemos nos navegadores hoje surgiram primeiro no Opera.

Compatibilidade

O Opera GX, como o Opera padrão, possui o motor de renderização do Chrome. Diferentemente dos outros navegadores com a mesma tecnologia, o Opera tem sua própria loja de extensões, mas também oferece suporte para que se instalem extensões. Fora isso nada muda na experiência de renderização.

Diferenciais

Tema

Tela inicial

A primeira coisa que se vê é o tema escuro com linhas coloridas remetendo aos luminosos presentes em computadores gamer. Estas linhas podem ter suas cores mudadas a gosto do freguês. Há também uma coletânea de papéis de parede para usar como fundo. Se você possuir periféricos da Razer com LEDs, existe uma opção para sincronizar as cores das luzes com o tema do Opera GX.

GX Corner

GX Corner

No canto superior esquerdo, há uma aba fixa que leva ao GX Corner, que é uma área que mostra as últimas novidades do mundo gamer: lançamentos, notícias e promoções.

Painel de aplicativos de mensagem

Ele já vem com um painel para acesso rápido a aplicativos de mensagem. A saber: Facebook Messenger, WhatsApp, Telegram e VKontakte (site russo parecidíssimo com o Facebook).

Painel do Twitch

Twitch é a uma rede social famosa pelas lives de gameplays. Como o navegador é voltado a este público, nada melhor do que fornecer um acesso rápido e conveniente ao site.

Sons

É uma adição singela, mas o Opera por padrão traz sons para as suas interações com a interface. Estes podem ser desativados, caso não lhe sejam convenientes.

Limitadores

Limitadores Quando limitadores são o recurso

Engraçado um limitador ser recurso, mas sim, ele é! Dependendo do seu hardware ou conexão, pode ser interessante impor um limite para que o navegador ou os jogos não utilizem demais os seus recursos e tornem sua experiência desagradável.

Para mim, este é provavelmente o maior diferencial, já que estamos acostumados a ver reclamações de performance do sistema após certos navegadores serem abertos. Sim, Chrome, estou falando de você.

E aí, posso usar?

Pode, claro. Mas antes, preciso te informar algumas coisas. Não há nada de errado com o navegador voltado a jogadores por si só, mas com a empresa por detrás do programa.

Há tempos atrás, a empresa foi comprada por um consórcio chinês1, e, desde então, não se sabe o que é feito com os dados recebidos dos usuários do Opera.

Além disto, existe um histórico de negociações ilegais da empresa2, o que afeta a confiança nos serviços que ela presta. Nada garante que seus dados não sejam vendidos ao melhor pagador.

Aviso importante

Se mesmo assim você quiser utilizar o programa, use. Apenas não caia na tentação de usar o "VPN gratuito" que eles oferecem. Este é apenas um proxy obscuro, que não entrega uma boa qualidade de navegação e tampouco privacidade.

Isto vale para qualquer versão do Opera.

Conclusão

Definitivamente não faço parte do público alvo do navegador. Gosto de jogos, mas dos clássicos. "Heavy Machine Gun!"

Realmente me chamou a atenção a possibilidade de limitar os recursos que o navegador usa da máquina. Vou ficar de olho nisto: quem sabe algum navegador implemente isso em futuras versões? No demais, vi apenas um visual, atalhos e comodidades que não são para mim.

Na minha opinião, se você quer uma experiência mais personalizável, use o Vivaldi: ele foi feito pelo fundador do Opera e até onde sei, não tem os mesmos problemas de confiança. Se privacidade é o seu foco, use o Brave ou o Dissenter.

É uma pena que um bom software tenha uma empresa com uma reputação manchada por detrás.

Comentários